Tucunas Paranaenses

TUCUNARÉS PARANAENSES: MAS QUE GRATA SURPRESA!

Creio que há cerca de 15 anos eu ouvi pela primeira vez da presença de Tucunarés na região do Lago Itaipu. Pensei até que não vingariam na região, devido ao clima mais frio, ou que tivessem bastante dificuldade de prosperar. Mas quis uma pescaria que realizei agora em novembro.2015 que eu mudasse radicalmente de opinião!

Vamos a ela!
Saí com meu amigo Eliel para uma pescaria de 3 dias, baseados na boa Pousada Grande Lago, em Itaipulândia. Saindo de Curitiba, levamos 9 horas para chegar na Pousada... como esta dista cerca de 300m da margem do lago, e tendo contratado os serviços do Guia Luiz Guilherme, filho dos donos da Pousada, para os 3 dias seguintes, decidimos montar nossos equipamentos de fly e tentarmos pescar um pouco da margem mesmo, matando a saudade dos tucunas! Arremessamos nossas moscas em alguns capins na água e já pegamos os primeiros tricks. Ficamos otimistas, pois a existência deles ali nos indicava uma população boa de tucunarés no lago.

No dia seguinte, barco na água às 07:30... navegamos por uns 30 minutos e já nos primeiros arremessos, embarcamos nossos primeiros tucunas. As estruturas de pauleira estavam encobertas, pois o lago estava no seu nível máximo, inclusive com as comportas da Usina abertas para escoamento da água que descia o Rio Paraná. Restou-nos explorar os capins, em sua maioria, recém encobertos.

Um dos pontos mais interessantes desta pescaria foram as dezenas de capturas de tucunarés no visual... conseguíamos ver alguns nas margens e lá lançávamos nossas moscas... insistíamos bastante...às vezes, 8-10 arremessos com as moscas provocando os tucunas em velocidades variadas até que alguns decidiam abocanhar a isca. Quem já pescou, qualquer tipo de peixe, no visual deve entender como é especial essa captura.
A maioria das capturas foram de tucunarés amarelos. Apenas poucos exemplares de tucunarés azuis apareceram. A média de capturas foi em torno de 40-50 por dia. Não embarcamos nenhum troféu, mas capturas por volta dos 2kg e avistamento ou brigas de alguns troféus maiores, que arrebentaram o líder nos enroscos de troncos ou capim nos deixaram muito impressionados com a quantidade desses.

O Fly se mostrou bastante produtivo em Itaipu, sendo que na minha próxima ida farei minhas moscas com cores diferentes das usuais que uso em outros locais onde pesco tucunarés, tais como Balbina, Castanhão, Lago do Peixe e Serra da Mesa (uso muito o branco com verde-limão). Em Itaipu, a água não se apresentou muito clara, chegando a estar ligeiramente “barrenta”. Creio que levar moscas com cores variadas pode ser uma medida que melhore a produtividade.

Usamos equipamento nº 8, com linhas totalmente flutuantes ou flutuantes com a ponta “intermediate” (que afunda os 3 metros finais). As moscas que mais atraíram os tucunas foram as Clouser Minnows. Também foram capturados uns dez no Popper.""

abs

Alex